Pular para o conteúdo principal

.

.

.

.

Quase 600 mil ocorrências em três anos da delegacia virtual

 A Delegacia Virtual da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) completa, neste domingo (30/4), três anos de funcionamento. Desde o dia 30 de abril de 2014, quando o serviço foi criado, já foram registradas 588.569 ocorrências. Destas, 154.117 foram de Acidente de Trânsito sem Vítima, 1.601 de Comunicação de Pessoa Desaparecida, 3.771 de Danos Simples, 398.614 de Extravio de Documentos e 30.466 de Extravio de Objetos Pessoais.

Dentre os municípios com maior registro de ocorrências estão Belo Horizonte (185.657), Contagem (35.547), Uberlândia (33.750), Juiz de Fora (22.054), Betim (18.142), Ipatinga (13.132), Uberaba (11.391) e Montes Claros (10.003).

A Delegacia Virtual é um serviço de solicitação de registro de ocorrências, disponível para computador e celulares, que permite ao cidadão registrar ocorrências de Acidente de Trânsito Sem Vítima, Desaparecimento e Localização de Pessoas Desaparecidas, Danos Simples, e Perda de Documentos e Objetos Pessoais, para fatos ocorridos em Minas Gerais, no prazo de até 30 dias. 

O ambiente virtual foi criado com o objetivo de diminuir o número de registros presenciais feitos nas delegacias e nos postos de atendimento da Polícia Militar, reduzindo, assim, o tempo de espera para registro das demais ocorrências nas unidades policiais.
Foto: PCMG/divulgação

O executivo de contas de telecomunicação, Diego Santiago Melo, de 29 anos, perdeu os documentos e utilizou a Delegacia Virtual para registrar a ocorrência. “Essa nova funcionalidade é muito prática, e ficou evidente a economia de tempo e esforços dos civis que são vítimas de qualquer ocorrência. E, claro, isso se reflete também nas instituições que antes eram responsáveis por fazer esse serviço via atendimento presencial”, elogia.

O estado também ganha com a iniciativa. Além de combater a subnotificação de registros, o serviço gera economia de insumos, energia e materiais utilizados nas delegacias, quando o registro é feito pessoalmente.

Segundo a coordenação de Sistemas da Superintendência de Informações e Inteligência Policial (SIIP), o valor investido para o desenvolvimento da Delegacia Virtual foi de R$ 1.416.000 e, em aproximadamente seis meses, o investimento foi recuperado (aproximadamente 80 mil ocorrências aprovadas).
Considerando os valores atualizados, o custo de realização dos Registros de Eventos de Defesa Social (Reds) de forma presencial e que foram feitos pela Delegacia Virtual representaria, hoje, aproximadamente R$ 11.883.458 para o Estado, o que demonstra a eficiência da plataforma.

Entenda como funciona a Delegacia Virtual

Com acesso por meio do endereço delegaciavirtual.sids.mg.gov.br, a Delegacia Virtual tem links de atalho também nos sites da Polícia Civil de Minas Gerais e do Detran/MG.

O registro de ocorrências na Delegacia Virtual é feito por meio do preenchimento de formulários que são apresentados, gradativamente, na tela. Após o envio dos dados ao sistema, a ocorrência passará por uma triagem. Em até 15 minutos será emitida uma mensagem, informando o número do Reds, bem como a forma de acessá-lo no site do Sistema Integrado de Defesa Social (Sids), para imprimi-lo.

O documento poderá ser usado para fins de acionamento da seguradora, comprovação de extravio de documentos e outros fins. Uma equipe de policiais e analistas trabalha em esquema de plantão, na sede da SIIP, atuando 24 horas na triagem dos registros recebidos. 
 

créditos: PCMG 

Postagens mais visitadas deste blog

Acidente envolvendo dois caminhões deixa duas pessoas mortas

Um acidente envolvendo uma carreta e um caminhão deixou dois mortos na BR-259 em João Neiva, Espírito Santo, na manhã desta segunda-feira (10).
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) disse que os dois veículos bateram de frente no km 15 da rodovia, no distrito de Cavalinhos, por volta das 7h 40. Testemunhas contaram que a carreta que transportava madeira seguia de João Neiva para Colatina. Já o caminhão seguia no sentido oposto. Ao passar por uma curva, ele invadiu a contramão e bateu. Mauro Gomes, de 45 anos, era quem dirigia a carreta. Apesar do impacto da batida, ele não ficou ferido. "Eu acredito que o outro motorista dormiu. Ele veio na minha mão. Eu vi que ele ia bater de frente e aí eu tirei dele rapidinho. Para a madeira não atingir a minha cabine e não me matar", disse. As madeiras foram arremessadas a mais de 30 metros de distância de onde aconteceu o acidente, com o impacto da batida. Nenhum outro veículo foi atingido. Os dois homens que morreram estavam no caminh…

Catuji: Eleição do sindicado dos trabalhadores rurais fica marcada pela violência

Nesta  Sexta-Feira  (23) na cidade de Catuji MG,  foi realizado a eleição para escolha do presidente do Sindicato dos Trabalhadores rurais da cidade . O Blog Rafatony acompanhou  toda movimentação durante o período de votação . veja no vídeo abaixo.

Em rede social prefeitura de Catuji diz que obra já se encontra realizada, mas ainda não é verdade veja:

Assim como a quadra escolar da comunidade dos Porfírios que segundo a prefeitura municipal de Catuji dizia está pronta e não estava , sendo inclusive comentada aqui no blog Rafatony , a barragem da comunidade dos porfírios segue da mesma forma , a mesma está realizada nas redes sociais da prefeitura ,mas na verdade veja como ela se encontra :