Pular para o conteúdo principal

.

.

.

.

Artesanato de Minas ganha apoio do governo

Carteira Nacional identifica os profissionais e facilita participação em eventos por todo o País
Rico culturalmente, conhecido mundialmente e importante economicamente, o artesanato mineiro conta com apoio do Governo estadual, por meio da Secretaria de Estado Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif), que monitora, incentiva, cadastra artesãos e realiza feiras nacionais e internacionais para promover a atividade.
Na sua casa em Belo Horizonte, Euziléia Oliveira, 48 anos, dedica seus dias ao ofício aprendido com suas tias ainda quando criança: o artesanato. "Desde pequena, aprendi a dar importância aos trabalhos manuais e descobri uma paixão, principalmente pelas tintas e pincéis. Tenho uma enorme satisfação de poder transformar materiais simples em arte, em algo funcional e belo", completa.
Euziléia é uma entre as milhares de pessoas em Minas Gerais que vivem da renda obtida com o artesanato. Estima-se que existam 300 mil artesãos no Estado, onde a cadeia produtiva movimenta cerca de R$ 2,2 bilhões por ano. Porém, apenas cerca de 2.900 estão cadastrados no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab) e possuem a Carteira Nacional do Artesão e do Trabalhador Manual, documento que identifica os profissionais.
"Este ano, nossa prioridade é cadastrar o artesão mineiro. Isso ajuda a saber a real situação da categoria, o que amplia nosso olhar para as políticas públicas necessárias", afirma Thiago Tomaz Chaveiro, coordenador do Núcleo de Artesanato da Seedif.
Um importante benefício do documento é que ele facilita a participação dos artesãos em eventos especializados, como feiras, exposições, treinamentos e outros. Ainda segundo Chaveiro, algumas operadoras de cartão de crédito oferecem taxas diferenciadas para os artesãos devidamente identificados.
CADASTRO - Para obter a Carteira Nacional do Artesão, o profissional deve fazer um pré-agendamento na Seedif, pelo telefone (31) 3915-2938. No dia marcado, precisa levar RG, CPF, comprovante de residência, foto 3x4 colorida e, mediante o cadastramento, é necessário submeter-se a uma prova de habilidade manual.
No dia Nacional do Artesão, celebrado no próximo domingo, a Seedif vai promover, no Museu Abílio Barreto, um mutirão de cadastramento. Para participar, o artesão precisa fazer pré-cadastro, pela internet, no link https://goo.gl/forms/axcvtniNLiO0wKLn1. As vagas são limitadas.
COMERCIALIZAÇÃO - De acordo com Thiago Tomaz Chaveiro, o Núcleo de Artesanato trabalha para inserir os profissionais em eventos do setor e em iniciativas de desenvolvimento do artesanato, com ajuda de entidades parceiras, como o Sebrae-MG. "A maior dificuldade hoje é o escoamento da produção e, por isso, a demanda é pela abertura desses canais", conta.
Natural de Cipotânea, no território Vertentes, Cecília Miranda, 50 anos, faz parte da Associação das Artesãs da cidade e marca presença em eventos por todo o País, onde faz contatos para futuras vendas. "Nossa matéria-prima é a palha de milho, e fazemos cesteria em geral, baús, fruteiras e bolsas, entre outros produtos", conta.
FORÇA DO SETOR - Dos cem melhores empreendimentos contemplados na 4ª edição do Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato nos 27 estados, 13 são mineiros. Além disso, Minas teve o maior número de representantes na premiação, com 309 inscritos, do total de 2.145 artesãos. A cerimônia de premiação será realizada em 23 de novembro, no Rio de Janeiro.
De Três Corações, no território Sul, Osvaldo Inácio de Souza, 61 anos, não esperava ser premiado. Ele trabalha há 27 anos com itens de decoração em madeira."Vou moldando as peças, uma a uma, com o canivete. Faço animais em miniatura, carrinhos de boi, entre outras. Fiquei muito satisfeito", comemora.
Os vencedores mineiros foram: Cooperativa Mariense de Artesanato/Gente de Fibra (Maria da Fé), Brasil Pitanga Arte Rústica (Carangola), Fio Brasil (Muzambinho), Cooperativa de Trabalho, Produção e Comercialização (Betim), Essamulher Acessórios de Moda (Belo Horizonte), José Roberto dos Santos (Antonio Carlos), Fernanda de Castro Carvalho (Prados), Maria de Lourdes Rosa de Freitas (Ouro Preto), Divino Ofhício Artesanato (Lagoa Dourada), João Batista Ferreira Anjos (Santo Antônio do Leite), Mario Pereira Teles (Divinópolis), Moises Silva (Tiradentes) e Osvaldo Inácio de Souza (Três Corações).
Além do reconhecimento nacional, os vencedores terão oportunidade de expor seus produtos em quatro eventos comerciais de expressão nacional. Eles poderão ainda usar o selo Prêmio Sebrae TOP 100 de Artesanato - 4ª Edição até o final de 2019, e divulgar seus trabalhos no catálogo da premiação.
Fonte :Reprodução/ IOF 

Postagens mais visitadas deste blog

Catuji: Eleição do sindicado dos trabalhadores rurais fica marcada pela violência

Nesta  Sexta-Feira  (23) na cidade de Catuji MG,  foi realizado a eleição para escolha do presidente do Sindicato dos Trabalhadores rurais da cidade . O Blog Rafatony acompanhou  toda movimentação durante o período de votação . veja no vídeo abaixo.

Catuji ( Porfírios ) Motorista se distrai e carro cai dentro de canaleta na MG-211

Neste Sábado (8)  na comunidade de Porfírios município de Catuji Mg, motorista se distrai, perde o controle do veículo e cai dentro de uma canaleta , o motorista não teve ferimentos e contou que estava pegando alguns boletos de cobrança no porta luva do veículo, quando se distraiu, ocasionando o acidente , com o impacto, um dos pneus do veículo estourou . O automóvel marca/modelo: Fiat Uno, com placa da cidade de Teófilo Otoni, não sofreu qualquer outro dano, além do pneu estourado.

Reportagem: Thiago Fernandes /Blog Rafatony


Catuji: Carreta tomba e impossibilita o tráfego de veículos na BR-116

Uma carreta tombou na BR- 116  próximo a localidade da Serra distrito da cidade de Catuji Mg. O acidente aconteceu na manhã deste Sábado (08) e manteve por várias horas os dois sentidos da pista parado impossibilitando completamente o tráfego de veículos, as causas do acidente ainda não foram apuradas .



Reportagem : Thiago Fernandes